terça-feira, 12 de abril de 2011

Um grande amor'

Um dia achei que conseguiria viver sem meu Grande amor..
Pois quando passei a ficar sem ela
por um segundo as lagrimas passarao a se escorrer No Meu rosto ..
Meu coraçao doendo me perguntando como vou conseguir viver sem a mulher da minha vida,
ao chegar a noite olho para o céu vejo as estrelas brilhando
lembro quando teu olhar brilhava no fundo do meu coraçao'..
Pois meu coraçao diz nao importa o que acontecer nao deixarei
de ama-la por um segundo podem lagrimas se escorrerem o tempo pode passar ,posso ficar Longe mais nunca deixarei de ama-la
pois o que meu coraçao jura ele nao deixa de cumprir
Pois meu juramento e te amar eternamente
e vou amar..Nao importa o que acontecer'

                                                              Creditos: Anderson Gonzaga

4 comentários:

  1. Oie, muito lindo o seu blog!
    Parabéns..
    Aproveitei para te seguir, segue também?

    www.jmphotosnet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá vim te fazer um convite,
    Você já conhece o blog Princesas do Reino
    Quero convidar você pra fazer uma visita
    http://princesasdoreino.blogspot.com/
    e se gostar me segue?
    Deixe o seu link pra que eu possa te seguir também.
    Um super beijo.
    Daiane

    ResponderExcluir
  3. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Entrelinhas. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Só passando para me desculpar pela escassez de postagens em Agosto no meu blog, o Escrevo para Viver.
    É que a faculdade e o trabalho têm tomado todo o meu tempo e ficou complicado postar.
    Mas agora estou de volta e vou me esforçar para manter atualizado.
    Te convido a dar uma passadinha por lá e ler a primeira postagem deste mês (Na cadeira do juiz): http://escrevoparaviver.blogspot.com/2011/09/na-cadeira-do-juiz.html
    Caso puder, deixe seu comentário ^^
    Abraços virtuais,
    Helena.

    ResponderExcluir